Disfunção Erétil (Impotência Sexual)

disf1

 

A disfunção erétil se trata de uma dificuldade ou impossibilidade persistente de ter ou manter uma ereção peniana suficientemente rígida para uma penetração vaginal que possibilite uma relação sexual satisfatória. Esse tipo de disfunção é algo mais comum do que se imagina, pois pesquisas recentes constataram que pelo menos 50% dos homens acima de 40 anos sofrem com o problema.

 

Sintomas

  • O homem sente-se pouco confiante em manter ereção.
  • Apresenta frequentemente ereções com rigidez insuficiente para a penetração vaginal.
  • Dificuldade em manter a ereção após a penetração e manutenção até a conclusão da relação sexual.
  • Insatisfação frequente com seu desempenho nas relações sexuais.

A Fisiologia da Ereção

A ereção ocorre através do relaxamento dos músculos e não pela contração destes. Inicialmente deve haver um estímulo sexual que se dá através dos nossos sentidos: tato e visão. O cérebro capta esta excitação e envia informações que chegam até à musculatura peniana provocando o relaxamento. O órgão se enche de sangue e simultaneamente as veias são comprimidas num processo simultâneo. A disfunção erétil pode surgir quando algo influencia de alguma forma todo este processo.

Diagnóstico

O homem precisa se conscientizar do problema, dialogar com sua companheira e procurar ajuda profissional. O que ocorre na maioria dos casos é que muitos homens ficam constrangidos diante da situação e consequentemente com dificuldade em admitir o problema, desta forma, sofrem por muitos anos com uma disfunção que possui tratamento.

A disfunção erétil pode ser causada tanto por problemas psicológicos como físicos, porém, após uma falha na ereção sempre haverá um problema psicológico a ser tratado, pois o homem fica com medo e ansioso que haja uma recorrência do problema.

De qualquer forma é importante investigar se existe algum problema de ordem física através de uma avaliação médica para que se possa realizar um tratamento, caso necessário. Os fatores físicos mais comuns são distúrbios hormonais, circulatórios, diabetes, hipertensão e idade. Além disso, o consumo excessivo de álcool, drogas e efeitos colaterais de alguns medicamentos também são fatores que podem causar a disfunção erétil.

Vale ressaltar que o acompanhamento psicológico deve ser realizado em qualquer um dos casos para diminuição da ansiedade, pois é necessário “trabalhar” em Psicoterapia o bloqueio psicológico do trauma inicial.

Como a Psicoterapia Pode Ajudar?

disf2Na maioria dos casos, os fatores psicológicos são os maiores responsáveis pelos problemas de disfunção erétil. O estado de tensão emocional vivido durante a relação sexual origina uma liberação de adrenalina no organismo que diminui o fluxo sanguíneo necessário para a obtenção ou manutenção de uma ereção adequada.

Qualquer homem em alguma fase da vida pode apresentar uma dificuldade em manter a ereção durante uma relação sexual. Homens que revelam uma incapacidade súbita em manter uma ereção, na maioria das vezes trazem causas psicológicas do problema.

Nosso pensamento é algo muito forte e influencia diretamente nas funções do nosso organismo. Alguns exemplos simples são: quando pensamos em sexo logo ficamos excitados ou quando ficamos muito irritados ou angustiados podemos adquirir uma forte dor de cabeça, ou seja, o corpo responde às mensagens enviadas pela nossa mente.

As causas psicológicas do problema são diversas e variam de pessoa para pessoa, já que cada um reage às situações da vida de acordo com a sua história particular.

As causas mais comuns são:

  • ansiedade (medo de que a “falha” ocorra novamente);
  • depressão;
  • conflitos nos relacionamentos amorosos,
  • situações estressantes do dia a dia (dificuldades financeiras, profissionais, familiares, entre outros)
  • perda de atração (libido);
  • inibição sexual;
  • conflitos na preferência sexual;
  • abuso sexual na infância;
  • medo de gravidez ou de doenças sexualmente transmissíveis (DST)
  • falta de auto-estima

disf3Vivemos em uma sociedade em que o homem não pode falhar sexualmente. Esta é uma visão incorreta e preconceituosa, mas que afeta a auto-estima do indivíduo, pois, diante de uma “falha” ocasional, o homem passa a sentir-se culpado e inferiorizado. Tais sentimentos podem gerar uma ansiedade e inibição crônica dos reflexos sexuais impedindo a ereção peniana.

O psicólogo irá investigar as causas psicológicas do problema e auxiliar o indivíduo a rever suas crenças e lidar melhor com algumas situações da vida que de alguma forma podem causar a disfunção erétil. A psicoterapia auxilia no auto-conhecimento, elevando a auto-estima, diminuindo a ansiedade diante de situações frustrantes e melhorando a qualidade de vida do homem.

Uma das causas mais comuns da disfunção erétil é a quando a relação afetiva do casal não vai bem, por exemplo. É necessário compreender como está a qualidade de vida desta relação, pois, divergências frequentes com a parceira contribuem para um acumulo de ressentimentos, diminuindo o afeto e consequentemente a libido (atração sexual), ou seja, a troca que se faz necessária para uma relação sexual satisfatória.

Numa relação amorosa deve existir o diálogo, compreensão e respeito entre ambos, neste caso é indica-se a psicoterapia de casal para auxiliar na mudança de ambos e melhorar a relação amorosa.

A impotência pode surgir subitamente após algum trauma ou também gradualmente como resultado de uma depressão, ansiedade ou algum estresse crônico, ou seja, a falta de libido e a impotência pode ser afetada em função de vários tipos de distúrbios mentais.

Após a identificação da causa psicológica que está ocasionando a disfunção erétil, paciente e psicoterapeuta irão juntos compreender e buscar novas formas de lidar com problemas do dia a dia. Algumas causas como a ansiedade, depressão, estresse, traumas e falta de auto-estima, por exemplo, são distúrbios psicológicos que podemos adquirir ao longo da vida, devido ao nosso histórico familiar e/ou por consequência de nossos medos muitas vezes, infundados ou ainda traumas vividos, porém, que não conseguimos compreender sozinhos e precisamos de ajuda profissional.

Na psicoterapia iremos compreender a origem de muitas fantasias e preconceitos a respeito de si mesmo e que trazem como consequência distúrbios em nosso organismo, compreendendo melhor sobre si próprio e melhorando a qualidade de vida.

8 Comments »

  1. A maioria dos homens muitas vezes não sabem que o que pode causar esse problema é a nossa própria mente, com medos, ansiedades, estresse, tudo isso é muito bem retratado nesse artigo. Ótima leitura, adorei o conteúdo.

    Comment by Giovani — 21/11/2016 @ 18:25

  2. Meu namorado trabalha demais em um cargo importante, com varias responsabilidades… moramos em cidades diferentes (longe) … e ele esta com problema serio de disfunção eretil… no começo achei que eu era o problema, pq diante da situaçao a auto estima da mulher tambem cai até que você descubra que o problema é ele e não voce! Vasculhando as coisas aqui na casa dele, encontrei remedios para esse problema, foi onde eu vi que o problema nao esta em mim e sim nele! Como posso ajudar? Diante das tentativas frustradas de sexo sem ele gozar, estamos nos afastando dentro de casa, isso me encomoda mais!

    Comment by Barbara — 08/01/2016 @ 10:53

  3. no inicoi do ato eu fico eretil maz na hora da penetração fico muito ancioso e com medo e acaba amolecendo porcausa d um trauma psicologico isso!m deixa mais constrangido o que eu fasso pra tratar isso?

    Comment by adelson figueiredo matos — 31/10/2015 @ 04:50

  4. Varios sites falam sobre, mas nenhum da dicas ou ensinam o que fazer qnd o problema é pisicológico :/

    Comment by eu — 05/10/2015 @ 15:44

  5. Durante a penetração estou tendo dificuldades para que o pênis permaneça ereto… e isso nunca aconteceu antes, e tenho 23 anos. Oq pode estar ocasionando esta disfunção erétil.

    Comment by LM — 27/07/2015 @ 18:46

  6. Como posso ajudar meu namorado ele está com disfunção erétil.

    Comment by Tatiele vicente moura — 13/05/2015 @ 15:56

  7. Preciso de ajuda. Não consigo perceber melhoras nas sessões de psicoterapia q tenho feito.
    Quero que me ajude.

    Comment by LEC — 23/01/2015 @ 20:39

  8. É o que esta acontecendo com meu marido,Apesar de todos os exames não indicar nada , ele continua com a disfunção erétil. Muito boa esta explicação.

    Comment by hellen — 24/02/2014 @ 20:01

Deixe o seu Comentário


© psicologaregina.com.br - Todos os direitos reservados